Reflexões Acerca do Pensamento Complexo e Sua Relação com o conhecimento da arquivologia

Morigi, Jose Valdir and Nery, Carlos Henrique Armani Reflexões Acerca do Pensamento Complexo e Sua Relação com o conhecimento da arquivologia. Revista Íbero -Americana da Ciência da Informação, 2013, vol. 6, n. 1, pp. 1-31. [Journal article (Unpaginated)]

[img]
Preview
Text
Reflexões acerca do pensamento complexo e sua relação com o.pdf

Download (268kB) | Preview

English abstract

This study aims to reflect about a possible link between the archival knowledge and complex thinking. Does the knowledge structure and the characteristics of the constant search for the origin of human knowledge. Identifies, based on the ideas of Malheiro Armando da Silva, some epistemological assumptions and paradigms of Archival. Discusses, based on the complexity paradigm, the mode of organization of thought that underlies the system to know Archivology. We conclude that the need for epistemological reflection of knowledge production in Archivology puts new propositions and opens possibilities for reducing prospects of escape that trap the means of knowledge innovation in this field of study, which requires new thinking designs for the area, and, to both, consider the precepts of complex thought.

Portuguese abstract

Este estudo tem por objetivo refletir acerca de um possível enlace entre o conhecimento arquivístico e o pensamento complexo. Considera a estrutura do conhecimento e as características da constante busca humana pela origem do saber. Identifica, com base nas ideias de Armando Malheiro da Silva, alguns pressupostos epistemológicos e paradigmas da Arquivologia. Discute, com base no paradigma na complexidade, o modo de organização do pensamento que embasa o sistema de saber a Arquivologia. Conclui que a necessidade da reflexão epistemológica da produção do conhecimento na Arquivologia coloca novas proposições e abre possibilidades de fugir de perspectivas redutoras que aprisionam os meios de inovação do conhecimento neste campo do estudo, o qual exige novos delineamentos para pensar a área, devendo, para tanto, considerar os preceitos do pensamento complexo.

Item type: Journal article (Unpaginated)
Keywords: Archivology. Archival knowledge. Complexity arquivologia. Conhecimento arquivístico. Complexidade
Subjects: A. Theoretical and general aspects of libraries and information. > AA. Library and information science as a field.
Depositing user: Paula Paula Eduarda de Barros
Date deposited: 09 Jun 2014 19:30
Last modified: 02 Oct 2014 12:31
URI: http://hdl.handle.net/10760/23211

References

"SEEK" links will first look for possible matches inside E-LIS and query Google Scholar if no results are found.

AQUINO, Mirian de Albuquerque. A ciência da informação: novos rumos sociais para um pensar reconstrutivo no mundo contemporâneo. Ci. Inf., Brasília , v. 36, n. 3, dez. 2007 . Disponível em <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652007000300002>. Acesso em: 15 set.2012.

ARAÚJO, Inês Lacerda. Curso de teoria do conhecimento e epistemologia. Barueri, SP: Minha Editora, 2012.BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 4. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2006.

BURKE, Peter. Uma história social do conhecimento: de Gutengerg a Diderot. Tradução Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2003.

BURNS, Edward Mcnall. História da civilização ocidental: do homem da caverna até a bomba atômica. Tradução de Lourival Gomes Machado, Lourdes Santos Machado e Leonel Vallandro.3. ed. 5° impressão. Porto Alegre: Globo, 1975.

CARVALHO, Edgard de Assis. Série “Grandes Educadores” – Edgar Morin. Site Youtube. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=sonyeGOKUQk>. Acesso em 17 nov. 2012. DICIONÁRIO BRASILEIRO DE TERMINOLOGIA ARQUIVÍSTICA. Rio de Janeiro, 2005. Site do Arquivo Nacional. Disponível em: <http://www.portalan.arquivonacional. gov.br/Media/Dicion%20Term%20Arquiv.pdf>. Acesso em 17 nov. 2012.

FONSECA, Maria Odila Kahl. Arquivologia e ciência da informação. Reimpressão. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

GARCIA, Olga Maria Correa; JUNIOR, Victor Francisco Schuch. A aplicação da arquivística integrada, considerando os descobrimentos do processo a partir da classificação. Informação & Informação, v. 7, n. 1, 2002. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/45113712/ Arquivisticaintegrada>. Acesso em 17 nov. 2012.

ARTIGOS

RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 6, n. 1, p. 1-31, jan./jul. 2013.31

JOCHELOVITCH, Sandra. Os contextos do saber: representações, comunidade e cultura. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.

______. Psicologia social, saber, comunidade e cultura. Psicologia e Sociedade, Porto Alegre, vol. 16, n° 2, 2004. Disponível em <http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822004000200004>. Acesso em 17 nov. 2012.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Editora Perspectivas, 1998. Disponível em: <http://pt.scribd.com/doc/89954356/A-estrutura-das-revolucoescientificas- Thomas-S-Kuhn>. Acesso em 17 nov. 2012.

LOPES, Luis Carlos. A imagem e a sombra da arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro, 1998.

______. A informação e os arquivos: teorias e práticas. Rio de Janeiro: UFSCar, 1996.

MARIOTTI, Humberto. Os cinco saberes do pensamento complexo: pontos de encontro entreas obras de Edgar Morin, Fernando Pessoa e outros escritores. São Paulo: 2002. Site Comitê paulista para a década da cultura de Paz (Programa da UNESCO). Disponível em: http://www.comitepaz.org.br/Mariotti1_1.htm. Acesso em 25 nov. 2012.

______. A complexidade e o pensamento complexo: texto introdutório. São Paulo: 2000. Site Geocities. Disponível em: http://www.geocities.com/pluriversu/introdut.html. Acesso em 25 nov. 2012.

MARTINS, Wilson. A palavra escrita. São Paulo: Ática, 1996.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. 4. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

______. O método: ética. Porto Alegre: Sulina, 2005. Capítulo I: Ciência, ética e sociedade, p.69– 79.

______. O método: ética. Porto Alegre: Sulina, 2005. Capítulo IV: A ética do pensamento, p.60– 66.

______; MOIGNE, Jean-Luis Le. A inteligência da complexidade. 2. ed. São Paulo: Peirópolis,2000. (Série nova consciência)

RAMOS, Júlio; REAL, Manuel Luís; RIBEIRO, Fernanda; SILVA, Armando Malheiro da.

Arquivística: teoria e prática de uma ciência da informação. 2.ed. Volume 1. Porto Alegre:Edições de Afrontamento, 2002.

SCHELLENBERG, Theodore Roosevelt. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2002. SILVA, Armando Malheiro da. A informação: da compreensão do fenômeno e construção do objeto científico. Porto, 2005.

______. Do pergaminho ao digital: os arquivos e o acesso global à informação. Porto:Faculdade de Letras da Universidade do Porto – Porto, 2007 (Artigo Científico).


Downloads

Downloads per month over past year

Actions (login required)

View Item View Item