Práticas de organização e representação da informação étnico-racial em bibliotecas universitárias: necessidade de preservação da memória de negros

Aquino, Mirian Albuquerque and Santana, Vanessa Alves Práticas de organização e representação da informação étnico-racial em bibliotecas universitárias: necessidade de preservação da memória de negros. Revista Ibero-americana de Ciência da Informação, 2013, vol. 6, n. 2. [Journal article (Unpaginated)]

[img]
Preview
Text
Práticas de organização e representação da informação étnico-racial.pdf

Download (250kB) | Preview

English abstract

In a globalized world in which information acquires more spaces in society, the practices of organization, representation and access to these pieces of information perform a new viewpoint in relation to issues concerned with racial matters that, so far, are not highlighted in practice. Due to this fact, the cornerstones of information-knowledge-learning society and taking into account the documental burst, the need to prioritize the positive participation of groups that, for so long, are considered minorities has been perceived. This focuses on the position in regard to the practices of organization and representation of information with reference to the new informational demands and to the search interests of each individual. The priority is to accomplish the acknowledgement of libraries as places constituent of memory, disseminating ethnic and racial information able to construct positive images by fulfilling their role of serving the community, in a general way, and answering, in practice, to the demands of cultural diversity assuming thus the commitment to organize, represent and disseminate ethnic and racial information suitably.

Portuguese abstract

Em um mundo globalizado em que a informação ganha cada vez mais espaços na sociedade, as práticas de organização, representação e acesso dessas informações ganham uma nova preocupação no que diz respeito aos assuntos voltados para as questões raciais que até então não se evidenciam na prática. Devido a esse fato, os pilares da sociedade da informação-conhecimento-aprendizagem e diante da explosão documental, tem se percebido a necessidade de priorizar a participação positiva de grupos que durante muito tempo são vistos como minorias, tomando posição quanto às práticas de organização e representação da informação frente às novas demandas informacionais e aos interesses de busca de cada indivíduo. A prioridade é de se efetivar o reconhecimento das bibliotecas enquanto lugares constituintes de memória, disseminando informações étnico-raciais capazes de construir imagens positivas exercendo seu papel de servir a comunidade de modo geral e respondendo na prática às demandas da diversidade cultural assumindo assim o compromisso de organizar, representar e disseminar a informação étnico-racial adequadamente.

Item type: Journal article (Unpaginated)
Keywords: ethnic-racial information; university libraries; racial inclusion.
Subjects: B. Information use and sociology of information
D. Libraries as physical collections. > DJ. Technical libraries.
Depositing user: Juliana Araujo Sousa
Date deposited: 07 Jul 2014 12:51
Last modified: 02 Oct 2014 12:31
URI: http://hdl.handle.net/10760/23224

References

"SEEK" links will first look for possible matches inside E-LIS and query Google Scholar if no results are found.

ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003.

AQUINO, Mirian de Albuquerque. Informação, Conhecimento e Memória: processos de

apropriação, organização, disseminação e democratização da informação no Movimento Negro da Paraíba. João Pessoa, 2011. Projeto (Pesquisa Científica) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal da Paraíba.

ARTIGOS RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 6, n. 2, p. 17-36, ago./dez. 2013.33

ARAÚJO, Eliane Alvarenga de: TENÓRIO, Jovana Karla Gomes; FARIAS, Simarle Nóbrega. A Produção de Conhecimento na Ciência da Informação: analise das dissertações produzidas no Curso de Mestrado em Ciência da Informação -CMCI/UFPB. Disponível em:<

http://www.eca.usp.br/nucleos/pc/artigo/eliany_enancib5.pdf>. Acesso:02 jan. 2008.

BARTHES, Roland, O rumor da língua. Lisboa: Edições 70, 1987.

BRASIL, Ministério da Educação. Diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações Étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. Brasília:

Secretaria Especial de Política de Promoção da Igualdade Racial, 2005.Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/cne>. Acesso em: 13 mar. 2012.

BRASIL, CONAE 2010.

Conferência Nacional de Educação. Construindo o Sistema Nacional

Articulado de educação: o plano nacional de educação, diretrizes e estratégias de ação

BRESCANI, Stella; NAXARA, Márcia Apresentação. In: _______Memória e (res) sentimento:indicações sobre uma questão sensível. Campinas: Unicamp, 2004.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro:Campus, 1992.

BAUMAN, Zigmunt. Vidas despedaçadas. Tradução Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro:Jorge Zahar Editor; Rio de Janeiro, 2005.

CAMBI, Franco. História da Pedagogia. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1999.

CARDOSO, Francilene do Carmo. A biblioteca pública na (re) construção da identidade negra.

2011. 89 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal

Fluminense, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, 2011.

CHARTIER, Roger Chartier. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre

os séculos XIV e XVIII. Brasília: Editora Universitária da UnB, 1994.

CASHMORE, Ellis. Dicionário das Relações étnicas e Raciais. Tradução de Dinah Klave. São

Paulo: Summus, 2000.

CUNHA JÚNIOR, Henrique. CUNHA JR. Henrique – A História Africana. In, ROMÃO, Jeruse;

LIMA, Ivan C. (orgs) -Negros e Currículos. Florianópolis. Cadernos NEN, nº 2, 1997. 111 p. cap.

4. 55-75 p.

DEBUS, Eliane Santana Dias. Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato e o parecer do CNE:

reflexões. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DA ABRALIC: CENTRO, CENTROS – ÉTICA, ESTÉTICA,

12., 2011, Curitiba. Anais eletrônicos... Curitiba: UFPR, 2011. Disponível em:

<http://www.abralic.org.br/anais/cong2011/AnaisOnline/resumos/TC0143-1.pdf>. Acesso em:

10 jan. 2012.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez, 1999.

FIGUEIREDO, Luciana de Conceição. Bibliotecários e racismo: uma análise a partir do parecer

15/2010 do CNE. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E

CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO: Sistemas de Informação, Multiculturalidade e Inclusão Social, 14.,

2011, Maceió. Anais eletrônicos... Disponível em: <http://febab.org.br/congressos/index.

php/cbbd/xxiv/paper/view/193/678>. Acesso: 12 fev. 2012.

ARTIGOS

RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 6, n. 2, p. 17-36, ago./dez. 2013.

34

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. Tradução Laura Fraga de Almeida Sampaio. São

Paulo: Loyola, 1996.

GOMES, Nilma Lino. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações racisias no

Brasil: uma breve discussão. In: BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de educação

continuada, alfabetização e diversidade. Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei

Federal n. 10.639/03. Brasília: Ministério da educação, Secretaria de Educação Continuada,

Alfabetização e Diversidade, 2005.

GONÇALVES E SILVA, Petronilha Beatriz. Negros na universidade e produção do conhecimento.

In: Gonçalves e Silva, Petronilha Beatriz; Silvério, Valter Roberto (Orgs.). Educação e ações

afirmativas: entre a injustiça simbólica e a injustiça econômica. Brasília: Instituto Nacional de

Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2003.

GONZALEZ DE GOMEZ, Maria Nélida. A universidade e a sociedade da informação. Rev. Dig.

Bibl. Ci. Inf., Campinas, v.9, n.1, p.225-242, jul./dez. 2011 – ISSN 1678-765X

HALÉY, Marc. A era do conhecimento: princípios e reflexões sobre a revolução noética no

século XXXI. São Paulo: UNESP, 2010.

HAROCHE, Claudine. Fazer dizer, querer dizer. Tradução Eni Pulcinelli Orlandi. São Paulo

Hucitec, 1992.

HONNETH, Axel. Luta por reconhecimento: a gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo:

Editora 34, 2003.

INFOBIBLIO. Pesquisa documental. 2009. Disponível em:

<http://artedepesquisar.blogspot.com/2009/04/pesquisa-documental.html>. Acesso em: 10

jan. 2012.

KOUBI, Geneviève. Entre sentimentos e ressentimento: as incertezas de um direito das

minorias. In: BRESCIANI, Stella; NAXARA, Márcia (Orgs.). Memória e (res)sentimento:

indagações sobre uma questão sensível. Campinas: Editora da Unicamp, 2004.

DENZIN, N. K.LINCOLN, Y. S.O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens.

Porto Alegre: Artmed, 2006.

LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática.

Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993 (Coleção TRANS).

LÉVY, Pierre. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. São Paulo: Loyola,

1998.

MARTINS, Wilson. A Palavra Escrita: história do livro, da imprensa e da biblioteca. 3. ed. São

Paulo: Ática, 2001.

MERCADO, Luís Paulo Leopoldo. Formação docente e novas tecnologias. In: CONGRESSO

IBEROAMERICANO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, REALIZADO EM BRASÍLIA-DF, 4., 1998,

Maceió. Anais... Maceió: UFAL, 1998. Disponível em:

<http://phoenix.sce.fct.unl.pt/ribie/cong> Acesso em: 10 fev.2011.

MONTEIRO, Silvana Drumond; CARELLI, Ana Esmeralda. Ciberespaço, memória e

esquecimento. Disponível em: <http://www.enancib.ppgci.ufba.br/artigos/GT1--104.pdf

>Acesso em: 12 mar. 2012.

ARTIGOS

RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 6, n. 2, p. 17-36, ago./dez. 2013.

35

MORAES, Rubens Borba de. Livros e Bibliotecas no Brasil Colonial. Rio de Janeiro: LTC, 1979.

MORIGI, Valdir José; SOUTO, Luzane Ruscher. Entre o passado e o presente: as visões de

biblioteca no mundo contemporâneo. Revista ACB, vol. 10, n. 2, 2005. Disponível em:

<http://revista.acbsc.org.br/index. php/racb/article/viewArticle/432/551>. Acesso: 6 jan.

2011.

MUNANGA, Kabengele. A difícil tarefa de definir quem é negro no Brasil (entrevista). Estudos

Avançados, São Paulo, v. 18, n. 50, jan./abr. 2004.

NASCIMENTO, Washington Santos. São Domingos, o grande São Domingos: repercussões e

representações da Revolução Haitiana no Brasil escravista (1791-1840). Dimensões: Revista de

História da UFES, Espírito Santo, n. 125, v. 21, 2008.

NORA, Pierre. Entre a memória e a história: a problemática dos lugares. Projeto História, nº10,

p. 7-28, dez, 1993.

OLIVEIRA, Andréa Carvalho. Direito à memória das comunidades tradicionais: organização de

acervo nos terreiros de candomblé de Salvador, Bahia. Ci. Inf., Brasília, v. 39 n. 2, p.84-91,

maio/ago., 2010.

OLIVEIRA, Henry Pôncio Cruz de. Afrodescendência, memória e tecnologia: uma aplicação do

conceito de informação etnicorracial ao projeto “A Cor da Cultura”. 2010, 138 f. Dissertação

(Mestrado em Ciência da Informação) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade

Federal da Paraíba, João Pessoa, 2010.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Discurso e homossexualidade: a construção de formas sujeitos.

Disponível em: http://www.filologia.org.br/ixfelin/trabalhos/pdf/28.pdf. Acesso: 12 mar. 2012.

PECHÊUX, Michel. Papel da memória. Tradução e Introdução José Horta Nunes. Campinas:

Pontes, 1999.

PRAXEDES, Walter. A questão racial e a superação do eurocentrismo na educação escolar.

Revista Espaço Acadêmico, n. 89, 2008. Disponível em:

http://www.espacoacademico.com.br/089/89praxedes.htm. Acesso: 12 março 2012.

PRAXEDES, Walter. Eurocentrismo e racismo nos clássicos da filosofia e das Ciências Sociais.

Revista Espaço Acadêmico, n. 83, abr. 2008. Disponível em:

<http://www.espacoacademico.com.br/083/83praxedes.htm> Acesso em: 13 jun. 2011.

RICOEUR, Poul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: Editora Universitária/

UNICAMP, 2007.

ROBREDO, Jaime. Organização dos documentos ou organização da informação: uma questão

de escolha. DataGramaZero: Revista de Ciência da Informação, v. 5 n. 1 fev. 2004 Disponível

em:

<http://dici.ibict.br/archive/00000345/01/Organização_dos_documentos_ou_organização_da

_informação.pdf> Acesso: 13 fev. 2011.

ROSAS, João Cardoso. Sociedade multicultural: conceitos e modelos. In: SEMINÁRIO

DIVERSIDADE E IDENTIDADE NACIONAL NA UNIÃO EUROPEIA: DESAFIOS MULTICULTURAIS,

2007, Lisboa. Anais eletrônicos... Lisboa: UNL, 2007. Disponível em:

<http://www.ipri.pt/eventos/pdf/PE_JCR_site.pdf>. Acesso em: 06 mar. 2012.

ARTIGOS

RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 6, n. 2, p. 17-36, ago./dez. 2013.

36

SANTANA, Vanessa Alves. A responsabilidade social dos profissionais da informação e

inclusão de negros/as afrodescendentes: um desafio para bibliotecários da Universidade

Federal da Paraíba- UFPB. João Pessoa, 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em

Biblioteconomia). Universidade Federal da Paraíba- Centro de Ciências Sociais Aplicadas. João

Pessoa, 2008.

SAUIDEN, Emir José. A biblioteca pública no contexto da sociedade da informação. Rev. Ci. Inf.,

Brasília, v. 29, n.2, p. 52-60, mai/ago. 2000. Disponível em:

<http://www.scielo.br/pdf/ci/v29n2/a07v29n2.pdf Acesso: 11 fev. 2011.

SEIXAS, Jacy Alves. Percursos de memórias em terras de história: problemáticas atuais. In:

_______Memória e (res) sentimento: indicações sobre uma questão sensível. Campinas:

Unicamp, 2004.

SILVA, Alba Lígia de Almeida; AQUINO, Mirian de Albuquerque Aquino. Produção de

conhecimento escrita por homens sem (cons) ciência da responsabilidade ét(n) ico-social.

2011. Texto digitalizado.

SILVA, Paulo Vinicius Baptista da. Racismo em livros didáticos: estudo sobre negros e brancos

em livros de língua portuguesa. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

SODRÉ, Muniz Sodré. Racismo"afetuoso": Monteiro Lobato vai para o trono? Pambazuka

news: vozes pan-africanas para a liberdade e justiça, ediçao 36, 2001. Disponivel em:

<http://pambazuka.org/pt/category/comment/71411> Acesso: 12 jan 2012.

SUAIDEN, Emir José. A biblioteca pública no contexto da sociedade da informação. Revista

Ciência da Informação, Brasilia, v. 29, n. 2, p. 52-60, mai/ago. 2000. Disponível em:

<www.revista.ibict.br/index.php/ciinf/article/download/252/220> Acesso: 25 out. 2010.

TEDESCO, Juan Carlos (Org). Educação e novas tecnologias: esperanças ou incerteza? São

Paulo: Cortez, 2004.

VIDICH, Arthur J; LYMAN, Stanford M. Métodos qualitatitivos: sua história na soiologia e na

antropologia. In: DENZIN; LINCOLN. O planejamento da pesquisa qualitativa: teoria e

abordagens. Porto Alegre: Bookman, 2007.


Downloads

Downloads per month over past year

Actions (login required)

View Item View Item