O assassinato de Marielle Franco e os algoritmos racistas: dimensões aplicadas da teoria crítica da organização do conhecimento

Saldanha, Gustavo / GS and Silva, Franciéle Carneiro Garcês da / FCGS and Lima, Graziela Santos / GSL and Garcês, Dirnéle Carneiro / DCG and Romeiro, Nathália Lima / NLR O assassinato de Marielle Franco e os algoritmos racistas: dimensões aplicadas da teoria crítica da organização do conhecimento., 2019 [Preprint]

[img] Text
SaldanhaSilvaGarcesLimaRomeiro_Isko_Barcelona_2019_rev.doc

Download (77kB)

English abstract

Focusing on a critical theory of the knowledge organization (KO), unfolding the studies like those of Martínez-Ávila, Daniel; Semidao, R .; Ferreira, M. (2016) and Olson (2006), the empirical plan of the research is related to the comments produced after the murder of the deputy of Rio de Janeiro City, Marielle Franco, and the driver Anderson Gomes, in March 2018. We have tried to deepen the studies already carried out (Saldanha, Silva, Lima, Garcês, Romeiro, 2018) in the territory of the meta-discursive corpus produced on the basis of what we have been working under the notion of ordinary organization of socially oppressed knowledge about crime, with a focus on Marielle's female political presence. The research dialogues with the questioning of the power of language and the role of the KO in the contemporary production of the vocabularies of evil. Like Capurro (2019), the approach to the thinking of the philosopher Hannah Arendt (1999, 2007), within the framework of the reflection on the evil in expansion in the society and its forms (in our case, structurally originating from and oriented to the language) of trivialization. For this current stage of research, we discuss the condition of citizenship in the global digital world and the dilemma (also essentially linguistic) of the algorithms, as well as the power of a robotic ethos that interests critically the KO. The condition of the racist and ethical algorithms of robots is debated from the Ertzcheid (2017) thinking, pointing out online search engines present racist stereotypes and hate speech. From the context of the murder, we direct our scientific look at the discursive production on Marielle Franco established in electronic publications after the first news of the crime. The course allowed us to demonstrate the critical panorama of folk approaches and the need to build a look based on the constant revision of the ethical positions of language construction and its reproduction in and for the web. The corpus demonstrated the role of robots in the massive reproduction of misinformation. With this reflection, the development of critical theories in KO, falls here on the dilemma of a global digital citizenship and the evil represented by algorithms, machines of reproduction of the paths that distance us from the minimum conditions of human dignity. The Marielle case is emblematic in this sense, given that the cruelty involved in the whole process is not enough, it is perceived that its murder is long and continuous, influenced by a robotics of evil and by the continuous algorithmic manipulation. The case reveals precisely the tragic dynamics of the modes of production, organization, representation of knowledge on the web and the emergency role of the constitution of critical theories of knowledge organization.

Portuguese abstract

Com foco em uma teoria crítica da organização do conhecimento em construção, desdobrando os estudos como os de Martínez-Ávila, Daniel; Semidao, R.; Ferreira, M. (2016) e Olson (2006), o plano empírico da pesquisa está relacionado aos comentários produzidos após o assassinado da vereadora do município do Rio de Janeiro, Marielle Franco, e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018. Nesse decurso, sob a via do que temos trabalhado sob a noção de organização ordinária dos saberes socialmente oprimidos (O²S²O), procuramos aprofundar os estudos já realizados (Saldanha, Silva, Lima, Garcês, Romeiro, 2018) no território do corpus metainformacional produzido sobre o crime, com foco na presença política feminina de Marielle. A pesquisa dialoga com o questionamento do poder da linguagem e do papel da organização do conhecimento na produção contemporânea dos vocabulários do mal. Assim como Capurro (2019), a aproximação ao pensamento da filósofa Hannah Arendt (1999, 2007), no âmbito da reflexão sobre o mal em expansão na sociedade e suas formas (no nosso caso, estruturalmente oriundas da e orientadas para a linguagem) de banalização. Para essa etapa atual da pesquisa, discutimos a condição da cidadania na globalidade mundial digital e o dilema (também ele essencialmente linguístico) dos algoritmos, bem como o poder de um ethos robótico que interessa sobremaneira a reflexão crítica da organização do conhecimento. A condição dos algoritmos racistas e ética dos robôs é debatida a partir do pensamento Ertzcheid (2017), apontando os motores de busca online apresentam os estereótipos racistas e de incitação ao ódio. A partir do contexto do assassinato, direcionamos nosso olhar científico para a produção discursiva sobre Marielle Franco estabelecida em publicações eletrônicas após a primeira notícia do crime. O percurso nos permitiu demonstrar o panorama crítico das abordagens folk e a necessidade de construção de um olhar fundado na revisão constantes dos posicionamentos éticos de construção de linguagens e de sua reprodução na e para web. O corpus demonstrou o papel de robôs na reprodução massiva de desinformação. Com esta reflexão, o desenvolvimento das teorias críticas em OC recai aqui sobre o dilema de uma cidadania global digital e o mal representado por algoritmos, máquinas de reprodução dos caminhos que nos distanciam das condições mínimas da dignidade humana. O caso Marielle é emblemático neste sentido, dado que não bastasse a crueldade envolvida em todo o processo, percebe-se que seu assassinato é longo e contínuo, influenciado por uma robótica do mal e pela contínua manipulação algorítmica. O caso revela justamente a dinâmica trágica dos modos de produção, organização, representação do conhecimento na web e o papel emergencial da constituição das teorias críticas da organização do conhecimento.

Item type: Preprint
Keywords: Critical theory – Knowledge Organization; Marielle Franco - Murder; Racist algorithm; Digital global citizenship.
Subjects: A. Theoretical and general aspects of libraries and information. > AB. Information theory and library theory.
B. Information use and sociology of information > BC. Information in society.
I. Information treatment for information services > IC. Index languages, processes and schemes.
I. Information treatment for information services > ID. Knowledge representation.
Depositing user: Gustavo GSS Saldanha
Date deposited: 15 May 2019 23:29
Last modified: 15 May 2019 23:29
URI: http://hdl.handle.net/10760/34470

References

"SEEK" links will first look for possible matches inside E-LIS and query Google Scholar if no results are found.

Arendt, Hannah. (1999). Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Cia das Letras.

Almeida, Silva Luiz de. (2018). O que é racismo estrutural?. Belo Horizonte: Letramento.

Arendt, Hannah. (2007). A condição Humana. Rio de Janeiro: Forense universitária.

Bakhtin, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2006.

Bourdieu, Pierre. A Economia das trocas linguísticas: o que falar quer dizer. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2008.

Butler, Judith. Performatividad, precariedad y políticas sexuales. AIBR. Revista de Antropología Iberoamericana, v. 4, n. 3, 2009.

Capurro, Rafael. (2019). Enculturaging Algorithms. In: Proceedings of the International Conference: Artificial Intelligence & Regulation, LUISS, Rome.

Capurro, Rafael. (2017). Citizenship in the Digital Age. In: Toni Samek and Lynette Shultz (eds.): Information Ethics, Globalization and Citizenship. Essays on Ideas to Praxis. Jefferson NC: McFarland. 11-39.

Casilli, Antonio. (2017). Préface. In.: Ertzcheid, Olivier. L’appétit des géants : pouvoir des algorithmes, ambitions des plataformes. Paris: C&F éditions.

Eco, Umberto. Semiótica e filosofia da linguagem. Lisboa: Instituto Piaget, 1984.

Ertzcheid, Olivier. (2017). L’appétit des géants : pouvoir des algorithmes, ambitions des plataformes. Paris: C&F éditions.

Ertzcheid, Olivier. (2018). #giletsjaunes : de l'algorithme des pauvres gens à l'internet des familles modestes. 30 novembre 2018. Disponible en : https://www.affordance.info/mon_weblog/2018/11/gilets-jaunes-internet-familles-modestes-facebook.html. Accès en: 02 jan. 2019.

Estivals, Robert. Les langages et leurs interrelations: quelques axes pour une théorie sémiologique de la communication. Revue de Bibliologie: schéma et schématisation, n. 33, p. 8-16, 1990.

Estivals, Robert. Luttes de classe et schématisation. Schéma et schématisation, n. 9, p. 5-10, 1978.

Franco, Marielle. (2018). Aos bastardos da PUC-Rio, com carinho. In: ANTENORE, Armando. Aos bastardos da PUC-Rio, com carinho. Folha de São Paulo, 17 mar. 2018. Disponível em: <http://piaui.folha.uol.com.br/ aos-bastardos-da-puc-com-carinho/>. Acesso em: 03 jun. 2018.

Franco, Marielle. (2014). UPP – A Redução da Favela a Três Letras: uma Análise da Política de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro. 2014. 136 p. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal Fluminense. Niterói, RJ.

Frohmann, Bernd. Rules of indexing: a critique of mentalism in information retrieval theory. Journal of Documentation, v. 46, n. 2, jun. 1990.

García Gutiérrez, Antonio. Desclassification in Knowledge Organization: a post-epistemological essay. Transinformação, Campinas, v.23, n.1, p. 5-14, jan./abr., 2011.

García Gutiérrez, Antonio. La organización del conocimiento desde la perspectiva poscolonial: itinerarios de la para consistencia. Perspectivas em Ciência da Informação, v.18, n.4, p. 93-111, out./dez. 2013.

ONU. Declaração universal dos direitos humanos. Paris: ONU, 1949.

Orrico, E.G.D. Binômio Lingüística - Ciência da Informação: abordagem teórica para elaboração de metafiltro de recuperação da informação. 2001. 206 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia / Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

Martínez-Ávila, Daniel; Semidao, R.; Ferreira, M. (2016). Methodological Aspects of Critical Theories in Knowledge Organization. Knowledge Organization, v. 43, p. 118-125.

Olson, H. A. (2006). Codes, costs, and critiques: The organization of information in Library Quarterly, 1931-2004. Library Quarterly.76(1): 19-35.

Pinho, Fabio A. Metafiltro para controle terminológico de metáforas no domínio da homossexualidade masculina. Ci. Inf., Brasília, DF, v. 41 n. 1, p.120-133, jan./abr., 2014.

Saldanha, G. S. Sobre a O²S²O, de Tesauro à Bourdieu: linguagem simbólica e a organização ordinária dos saberes socialmente oprimidos. In: Lucas, Elaine R. de O.; Silveira, Murilo A. A. da. A Ciência da informação encontra Pierre Bourdieu. Recife: Ed. Universitária da UFPE, 2017.

Saldanha, Gustavo Silva; Silva, Franciéle Carneiro Garcês da; Lima, Graziela Santos; Garcez, Dirnéle Carneiro; Romeiro, Nathalia Lima. (2018). Quem matou Marielle? Organização do conhecimento e os caminhos do tesauro do mal. Enancib 2018. Anais... Londrina: UEL. p. 1-20.

Saraiva, Jacqueline. (2018). Saiba quem era Marielle Franco, vereadora assassinada a tiros no Rio. Em.com.br. 15 mar. 2018. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/ politica/2018/03/15/interna_politica, 944288/saiba-quem-era-marielle-franco-vereadora-assassinada-a-tiros-no-rio.shtml>. Acesso em: 01 jul. 2018.

Sebbah, Brigitte; Souillard, Natacha; Thiong-Kay, Laurent; Smyrnaios, Nikos. (2018). Les gilets jaunes, des cadrages médiatiques aux paroles citoyennes. Rapport de recherche préliminaire. 26 novembre 2018. Disponible: https://pt.scribd.com/document/394250648/Rapport-Gilets-Jaunes. Accès en: 02 jan. 2019.

Strassacapa, Juliana. (2016). Triste, louca ou má. Francisco El Hombre (Álbum).

Tesauro, Emanuele. Il cannocchiale aristotelico. Turim, 1670.

Vignaux, Georges. O demónio da classificação. Lisboa: Instituto Piaget, 2000.


Downloads

Downloads per month over past year

Actions (login required)

View Item View Item