Indexação de audiovisual na Biblioteca de Artes da Unicamp: avaliação da terminologia.

Oliveira, V.F.F. Indexação de audiovisual na Biblioteca de Artes da Unicamp: avaliação da terminologia., 2000 Undergraduate thesis thesis, Pontifícia Universidade Católica de Campinas - PUCCampinas. [Thesis]

[img]
Preview
PDF
TCC_OLIVEIRA_2000.pdf

Download (923kB) | Preview

English abstract

The indexing of audiovisuals, subject of this investigation, is based on the indexing policy of one Library Information Unit, supported by the characteristics and goals of this Information Unit and on the identification of clients. The need to evaluate videos of arts’ indexing in an art and multimedia university library and the searching of methodologies for vocabulary control has led to this research. For this, it was selected a sample of videos of arts in the following genres: documentaries, movies and animated videoart. After, it was performed a search in a database to collect terms that were used for the indexing of each video. In addition, it was presented the synopsis of selected videos with the terms attributed by indexers for the analysis of three judges, professors of art history. Fifty terms were evaluated, and the judges added new fifty one descriptors and nineteen names of artists. From this, thirteen terms were considered unsuitable for the items indexed; one term was considered inappropriate for the area terminology; from the new terms added, thirty-six refer to geographical, chronological or historical modifiers. A handbook was created to guide the indexing and control the vocabulary.

Portuguese abstract

A indexação de audiovisual, tema desta investigação, tem a base na política de indexação da unidade informacional, alicerçada nas características e objetivos da unidade e na identificação da clientela. A necessidade de avaliar a indexação de vídeos de artes em uma biblioteca universitária da área de artes e multimeios e de buscar metodologias para o controle do vocabulário deu origem a esta pesquisa. Para esse fim, foi selecionada uma amostra de Vídeos de Artes nos gêneros: documentários, cinema de animação e videoarte, sendo realizada uma pesquisa na Base de Dados para recolher os termos que foram atribuídos na indexação de cada vídeo. Foram apresentadas as sinopses dos vídeos selecionados juntamente com os termos atribuídos pelos indexadores para a análise de três juizes, professores de História da Arte. Cinqüenta termos foram avaliados, sendo acrescidos cinqüenta e um novos e dezenove nomes de artistas como descritores pelos juizes. Treze termos foram considerados inadequados para os itens indexados. Um termo foi considerado inadequado para a terminologia da área; dos novos termos acrescidos trinta e seis referiam-se a modificadores geográficos, cronológicos e ou históricos. Para a orientação da indexação e controle do vocabulário foi criado um manual.

Item type: Thesis (UNSPECIFIED)
Keywords: Audiovisuals; Indexing; Terminology; Arts Indexação, Audiovisual, Artes, Terminologia
Subjects: H. Information sources, supports, channels. > HH. Audio-visual, Multimedia.
Depositing user: V.F.F Oliveira
Date deposited: 18 Oct 2008
Last modified: 02 Oct 2014 11:56
URI: http://hdl.handle.net/10760/3954

References

"SEEK" links will first look for possible matches inside E-LIS and query Google Scholar if no results are found.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

AITCHISON, j. GILCHRIST, A. Manual para construção de tesauros. Rio de Janeiro: BNG/Basilart, 1979. Tradução de Helena Medeiros Pereira Braga.

ALMEIDA, Marco Antônio de. Fim do livro? Considerações sobre narrativa, linguagem e tecnologia numa cultura audiovisual. Cadernos da Pós-Graduação. Campinas, Unicamp, v.2, n. 1, 1998, p.116-123.

AMARAL, Sueli Angélica. Os multimeios, a biblioteca e o bibliotecário. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v. 15, n.1, p. 45-68, jan./jun.1987.

ARISTARCO. Guido e Teresa. O novo mundo das imagens eletrônicas. Rio de Janeiro: Edições 70, 1985.

ARMES, Roy. On vídeo: o significado do vídeo nos meios de comunicação. São Paulo: Summus, 1999. 255 p.

AUSTIN, Derek. Diretrizes para o estabelecimento e desenvolvimento de tesauros monolíngües. Trad. Bianca Amaro de Melo. Brasília: IBICT/SENAI, 1993.

BARSOTTI, Roberto. A informação na biblioteconomia e na documentação. São Paulo. Polis, APB, 1990.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica. In: ADORNO, Theodor W. Teoria e cultura de massa. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982. p.209-240.

CAMARGO, Ana Maria de Almeida, BELLOTTO, Heloísa Liberalli (Cord.) Dicionário de terminologia arquivística. São Paulo: Associação dos Arquivistas Brasileiros, 1996.

CARDOSO, Ivanise Vitale. Proposta de uma estrutura básica de vocabulário controlado de música brasileira. Campinas, 1996, 145 p. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) - PUC - Campinas.

CARNEIRO, Marília Vidigal. Diretrizes para uma política de Indexação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p.221-241, set.1985.

CAVALCANTI, Cordelia R. Indexação & Tesauro: metodologia e técnicas. Edição preliminar. Brasília: Associação de Bibliotecários do Distrito Federal, 1978.

CESARINO, Maria Augusta da Nóbrega; PINTO, Maria Cristina Mello Ferreira. Cabeçalho de assunto como linguagem de indexação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, Belo Horizonte, v. 7, n. 2, p.268-288, 1978.

CHILVES, Ian. Dicionário Oxford de Arte. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

CINTRA, Anna Maria Marques et al. Para entender as linguagens documentárias. São Paulo: Polis/ADB, 1994, 72 p.

CORDEIRO, Rosa Inês de Novais. Informação cinematográfica e textual: da geração à interpretação e representação de imagem e texto. Ciência da Informação, v.25, n.3, p.461-465, set./dez. 1996.

FAGONE, Vittorio. Vídeo frente a vídeo. In: ARISTARCO, Guido e Teresa. O novo mundo das imagens eletrônicas. Rio de Janeiro: Edições 70, 1985, p. 109-117.

FAGUNDES, Maria Lúcia Figueiredo, PRADO, Gilberto dos Santos. Videoteca Digital: a experiência da videoteca multimeios do IA/UNICAMP. Transinformação. v. 11, n. 3, set./dez. de 1999. p. 293-299.

FARIA, Maria Isabel, PERICÃO, Maria da Graça. Dicionário do livro: Lisboa: Guimarães Editores, 1988.

FRANÇA, Júnia Lessa. Manual para normalização de publicações técnico-científicas. 3 ed. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1996.

GAZZANO, Marco G. A vídeo-arte em busca de uma nova linguagem. In: ARISTARCO, Guido e Teresa. O novo mundo das imagens eletrônicas. Rio de Janeiro: Edições 70, 1985, p.129-139.

GENOUVRIER, Emile, PEYTARD, Jean. Lingüística e ensino de português. Coimbra: Almedina, 1974.

GIBERTONI, Nilma Helena França. Construção de vocabulário controlado para a organização e recuperação da informação em literatura infantil em biblioteca escolar. Campinas, 1990, 114 p. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) - PUC - CAMPINAS.

GOMES, Hagar Espanha. O indexador face às novas tecnologias de informação. Transinformação. V.2, n. 1, maio/ago. 1989, p. 161-171.

_______, GUSMÃO, Heloísa Rios. Guia prático para a elaboração de índice. Niterói: GBIDCSH da APB-RJ, 1983.

_______, (coord.) Manual de tesauros monolíngües. Brasília: O programa, 1990, 78 p.

GUINCHAT, Claire, MENOU, Michel. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Brasília: IBICT, 1994.

IBAÑEZ, Maria das Graças Vilela. Panorama Geral da produção, difusão e uso de filmes e vídeos em C&T no Brasil. In.: Ciência da Informação. v. 16, n.º 1, p. 81-9, jan./jun. 1987.

INSTITUTO Brasileiro e Informação em ciência e tecnologia. Diretrizes para elaboração de tesauros monolíngües; projeto coordenado por Hagar Espanha Gomes. IBICT: Brasília: 1984.

JANUS, entre mil écrans móveis, define-se a Vídeo-arte. In: ARISTARCO. Guido e Teresa. O novo mundo das imagens eletrônicas. Rio de Janeiro: Edições 70, 1985, p. 118-128.

LANCASTER, F.W. Indexação e resumos: teoria e prática. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1993.

LARA, Marílda Lopes Gínez de. Algumas contribuições da semiologia e da semiótica para a análise das linguagens documentárias. Ciência da Informação, v.22, n. 3, p. 223-226.

LÉVY, Pierre. O que é o virtual. São Paulo: Ed. 34, 1996.

LIMA, Fernando Barbosa, PRIOLLI, Gabriel, MACHADO, Arlindo. Televisão & Vídeo. 2ª ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1985.

LUCAS, Clarinda Rodrigues. Indexação: gesto de leitura do bibliotecário. Campinas, 1996, 126 p. Tese (Doutorado em Lingüística). Universidade Estadual de Campinas.

MACHADO, Arlindo. A arte do vídeo. São Paulo: Brasiliense, 1988.

________. Máquina e Imaginário: o desafio das poéticas tecnológicas. São Paulo, Edusp, 1993.

MANINI, Míriam. Análise documentária de imagens: documentos fotográficos e Indicialidade. Campinas: Cadernos da Pós-Graduação, v.2, n. 2, 1998.

__________. Os usos da iconografia no ensino e na pesquisa: o acervo multimeios do arquivo Edgard Leuenroth. Campinas: Cadernos AEL, n.5/6, 1996/1997.

MANUAL do vídeo: Equipe Jatalon. São Paulo: Summus, 1991. p. 13.

MONDELBROJT, Jacques. Has my practice of Science influenced my Art? Leonardo, v. 24, n. 5, pp.519-524.

MORAES, Juliana de Souza. Lista de descritores autorizados à área de Inteligência Artificial. Campinas, 2000. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia) PUC- CAMPINAS.

MOREIRA, Renata dos Santos. Setor de Controladoria da DPASCHOAL: Análise e criação de um vocabulário controlado. Campinas, 1999. 62 p. Monografia (bacharel em Biblioteconomia) - PUC- CAMPINAS.

NEGROPONTE, Nicholas. A vida digital. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

PAZIN, Rosina Alice. (compilação e organização). Indexação de multimeios. 2 ed. Curitiba: Editora da UFPR, 1993.

PEROTA, Maria Luiza Loures Rocha. (organização e compilação). Multimeios: seleção, aquisição, processamento, armazenagem, empréstimo. 4 ed. revisada. Vitória: Ed. Edufes, 1997.

PINHEIRO, Lena Vânia Ribeiro. Medidas de consistência da indexação: interconsistência. Brasília: Ciência da Informação, v. 7, 2, p. 109 -114, 1978.

________, VIRUEZ, Guilma Vidal, DIAS, Mauro. Sistema de Informação em Arte e Atividades Culturais (Iara): aspectos políticos, institucionais, técnicos e tecnológicos. Brasília: Ciência da Informação. v. 23, 3, p. 327-334, set./dez. 1994.

PINTO, Maria Cristina Mello Ferreira. Análise e representação de assuntos em sistemas de recuperação da informação; linguagens de indexação. Revista da Escola de Biblioteconomia da UFMG, v. 14, n. 2p. 169 -186, set. 1985.

PLAZA, Júlio. Arte/Ciência uma consciência. Revista de Comunicações e Artes. São Paulo. v. 19, n. 29, set./dez.1996, p. 11-23.

ROSAS, Patrícia. Descritores em ciência da saúde nas teses e dissertações de mestrado, na área de doenças respiratórias. Campinas, 1998, 121 p. Dissertação (Mestrado em Biblioteconomia). PUC - Campinas.

SCHLESINGER, George. Videoarte. In: ARMES, Roy. On vídeo: o significado do vídeo nos meios de comunicação. São Paulo: Summus, 1999. p. 255.

SMIT, Johanna W. (coord.). Análise documentária: análise da síntese. Brasília: IBICT, 1987.

STREHL, Letícia. Avaliação da consistência da indexação realizada em uma biblioteca universitária de artes. Ciência da Informação [On-line], v. 27, n. 3, Brasília, sept. 1998. Disponível na Internet: http://www. scielo.br/cgi-bin/ftpe/fbtext... . [19.11.1999].

TALAMO, Maria de Fátima G. Moreira et ali. Contribuição da terminologia para a elaboração de tesauros. Ciência da Informação. v. 21, n. 3, p. 197-200, dez. 1997.

TEIXEIRA, José Carlos A. Cabeçalhos de Assuntos: manual para estudantes. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 1979.

TURNER, James. O novo mundo dos arquivos. In Contracampo: Revista do Mestrado em Comunicação, Imagem e Informação. Niterói: Instituto de Artes e Comunicação Social, v. 2, 1º Semestre de 1998.

VALE, Eunides A. Linguagens de Indexação. In SMIT, Johanna W. (coord.). Análise documentária: análise da síntese. Brasília: IBICT, 1987. p. 11-26.

VÁLIO, Else Benetti Marques (coord.) Base de dados em literatura infanto-juvenil Badali. Campinas: Editora Alínea, 1998.

WALDEMAR CORDEIRO: uma aventura da razão. São Paulo: Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, 1986.


Downloads

Downloads per month over past year

Actions (login required)

View Item View Item